quinta-feira, 16 de maio de 2013

E se o teu nome fosse outro





Quem dera o teu nome fosse outro
E eu não teria de viver como vivo
Assim, a sombra dessa tua alcunha de santo..
Quem dera teu nome fosse contemplação..
E eu pousaria extasiada diante desse teu corpo que eu amo.

Quem dera o teu nome fosse outro e eu nem te pensaria como penso..
Nesses 63 minutos da minha hora..
Tivesses tu outro nome eu te buscaria na escuridão da noite
Eu não te desejaria como desejo..
Nessa vontade  insana e perversa..
Nessa fúria descontrolada de ti.

Fosses tu outro, amor..
Eu navegaria como Ulisses para te buscar..
eu mataria o solitário Polifemo e vasculharia todas as Itacas à tua procura..
Fosses tu outro..
Eu viveria toda minha vida só para te encontrar..